www.bportugal.pt

Menu topo

Imagem com acções feitas pelo cliente bancário e para as quais existe informação neste site

Menu de contexto

Glossário

Glossário

a

Aceitante

Ver Adquirente.

Acquirer

Ver Adquirente.

Acquiring

Atividade desenvolvida pelo adquirente. Ver Adquirente.

Adiantamento de dinheiro

Ver Cash advance.

Adquirente

Entidade que adquire os créditos dos comerciantes que aceitam os cartões de crédito e de débito e à qual os comerciantes transmitem os dados relativos à transação. O adquirente, que contrata com o comerciante a aceitação da marca que representa e que autoriza a realização da transação pelo cliente, é também responsável pela compilação da informação relativa à transação e respetiva liquidação aos comerciantes. Depois de pagar (ou seja, adquirir o crédito) ao comerciante, o adquirente é reembolsado pela entidade emitente. O adquirente remunera a entidade emitente através de uma comissão que se designa por interchange fee. O Adquirente é também conhecido por aceitante.

Affinity card

Cartão bancário multimarca emitido em resultado de um acordo com uma instituição não financeira e que tem por objetivo proporcionar vantagens diversas aos associados, como certos descontos quando efetuam compras em diversos comerciantes ou outros benefícios. O nome e/ou o logotipo da instituição não financeira (ex: clubes desportivos, recreativos e culturais, instituições de solidariedade social, associações profissionais e universitárias) aparece normalmente na frente do cartão, além do nome e/ou do logotipo da entidade emitente e da marca ou marcas associadas ao cartão (ex: Multibanco, Mastercard, Visa). Ver Co-branded card.

Agência

Sucursal, no país, de instituição de crédito ou sociedade financeira com sede em Portugal ou sucursal suplementar de instituição de crédito ou instituição financeira com sede no estrangeiro.

Agência de câmbio

Sociedade financeira que tem por objeto principal a realização de operações de compra e venda de notas e moedas estrangeiras ou cheques de viagem. Podem ainda comprar ouro e prata, bem como moedas para fins de numismática.

Agregação de cobranças

Junção de várias cobranças na mesma autorização de débito em conta.

Agregado familiar

Conjunto de pessoas constituído pelo casal e seus ascendentes e descendentes do 1º grau, incluindo enteados e adotados, desde que com eles vivam em regime de comunhão de mesa e habitação. Também é considerado Agregado Familiar o conjunto constituído por pessoa solteira, viúva, divorciada ou separada judicialmente de pessoas e bens, seus ascendentes e descendentes do 1º grau, incluindo enteados e adotados, desde que igualmente com ela vivam em regime de comunhão de mesa e habitação.

Amortização antecipada

Pagamento de uma dívida ou de uma prestação antes do prazo previamente estabelecido.

Análise de notas

Recurso a técnicas específicas, periciais ou laboratoriais, para ajuizar da genuinidade das notas, a levar a efeito pelo Banco ou outras entidades competentes.

Anatocismo

Cálculo de juros sobre juros. Vem do grego ana, que significa repetição, e tokos, que corresponde a juro.

Anulação da Inclusão na LUR

Decisão do Banco de Portugal de eliminar os registos existentes em nome de uma entidade, anulando os efeitos produzidos pela entrada na listagem de utilizadores de cheque que oferecem risco.

Arrendamento

Contrato pelo qual alguém - proprietário ou o usufrutuário, por exemplo – (que, por efeito do arrendamento, passa a ser o senhorio), se obriga a proporcionar a outrem (que, por efeito do arrendamento, passa a ser o inquilino), a utilização de um imóvel, mediante uma retribuição chamada renda.

ATM

Automated Teller Machine. Ver Caixa automático.

Autenticação

Método utilizado para a identificação do utilizador/titular do cartão bancário. Existem diferentes formas de autenticação: o código secreto (PIN) e a assinatura (Na rede Multibanco a utilização de PIN é obrigatória para todos os cartões de débito). Pode-lhe também ser solicitado um documento de identificação para verificação da assinatura ou para verificação de que o nome constante no cartão é o mesmo do documento de identificação. Há alguns tipos de terminais em que não se solicita a autenticação do titular. Em Portugal isso ocorre em alguns postos públicos de telefones e em portagens das autoestradas ou pontes.

Autenticação forte do cliente

A autenticação forte do cliente bancário baseia-se na utilização, pelo cliente, de dois ou mais dos seguintes elementos: (i) Algo que apenas o cliente conhece, por exemplo, uma palavra-passe estática, um código, um número de identificação pessoal; (ii) Algo que apenas o cliente possui, como, por exemplo, um dispositivo de autenticação – token, um cartão inteligente, um telemóvel; (iii) Uma caraterística inerente ao cliente, por exemplo, uma caraterística biométrica, nomeadamente uma impressão digital. Os elementos solicitados pela instituição que presta serviços de pagamento devem ser mutuamente independentes, isto é, a violação de um desses elementos não deve comprometer o(s) outro(s). Além disso, pelo menos um destes elementos deve ser não reutilizável e não reproduzível (com exceção da caraterística inerente ao cliente) e insuscetível de ser sub-repticiamente furtado através da internet.

Autorização de débito em conta (ADC)

Consentimento expresso prestado pelo devedor a uma instituição de crédito para que permita ao seu credor ou a um representante do credor a realização de débitos diretos, de montante fixo, variável ou até um determinado valor ou data, previamente definidos na conta de depósito à ordem por si titulada nessa instituição.

Aval

Operação através da qual uma pessoa ou entidade garante o bom pagamento de um crédito no caso do devedor não o fazer.

Aval bancário

Operação através da qual um banco garante o bom pagamento de uma letra ou livrança no caso de o sacado ou subscritor não o fazer.

Avalista

Pessoa ou entidade que presta um aval.

Acessibilidade [D] Otimizado para uma resolução de 1024x768 pixeis
Banco de Portugal © 2009 Todos os direitos reservados.