www.bportugal.pt

Menu topo

Imagem com acções feitas pelo cliente bancário e para as quais existe informação neste site

Menu de contexto

O conceito de juro

O juro é, simplesmente, o preço ou valor do dinheiro. O juro é dado pelo montante pago pelo dinheiro que se pede emprestado ou pelo montante que se recebe quando se faz uma aplicação financeira. O dinheiro que se pede emprestado ou que se aplica é também conhecido por capital.

O juro está presente na generalidade das operações financeiras que permitem ao cliente:

  • Pedir um empréstimo, com o objetivo de adquirir ou financiar algo para o qual não dispõe de dinheiro suficiente no momento, pagando um juro à instituição de crédito;
  • Aplicar o seu dinheiro, constituindo, por exemplo, um depósito bancário por um determinado período de tempo, recebendo um juro que representa a remuneração do capital aplicado.

O juro é expresso em unidades monetárias (euros). Quando o juro é apresentado em proporção do capital fala-se de taxa de juro, a qual se exprime na forma de percentagem (%).

As taxas de juro cobradas pelas instituições de crédito aos seus clientes são designadas "taxas de juro ativas", pois remuneram o ativo das instituições. Por seu lado, as taxas de juro que as instituições pagam como remuneração das aplicações dos seus clientes são designadas "taxas de juro passivas". A taxa de juro ativa é geralmente superior à taxa de juro passiva, representando esta diferença a margem financeira das instituições de crédito. Ou seja, para o mesmo prazo, o cliente bancário paga uma taxa de juro mais elevada quando contrata um crédito do que quando faz um depósito ou uma outra aplicação financeira.

Acessibilidade [D] Otimizado para uma resolução de 1024x768 pixeis
Banco de Portugal © 2009 Todos os direitos reservados.