FinCoNet destaca Innovation Lab do Banco de Portugal

O Laboratório de Inovação do Banco de Portugal, inov#, é um dos temas em destaque na última edição da newsletter da FinCoNet (Organização Internacional para a Proteção do Consumidor Financeiro).

No artigo “Innovation Lab in Banco de Portugal”, preparado pelo Banco de Portugal, apresenta-se o Laboratório de Inovação do Banco. Entre outros objetivos, o Laboratório procura apoiar a atividade de supervisão com recurso a novas tecnologias, como por exemplo, o processamento de linguagem natural e machine learning. Entre outros é destacado um projeto que visa agilizar o processo de validação dos requisitos legais e regulamentares das minutas de contratos de crédito.

A newsletter da FinCoNet apresenta outros artigos de interesse para a supervisão comportamental, entre os quais, um texto preparado pelo Banco Central da Irlanda sobre as alterações legislativas efetuadas para assegurar a transparência da remuneração de intermediários financeiros pelas instituições financeiras. Estas alterações foram introduzidas com o objetivo de minimizar o risco de conflito de interesses na celebração de contratos com consumidores em que haja a intervenção de intermediários.

A newsletter inclui também um artigo da Financial Conduct Authority do Reino Unido, que apresenta as novas medidas introduzidas para reforçar os direitos dos clientes no recurso a facilidades de descoberto.

Nesta publicação, são ainda destacados os relatórios do Banco Mundial sobre as abordagens à regulamentação da criação e distribuição de produtos bancários de retalho e as práticas dos prestadores de serviços financeiros no tratamento de reclamações.

As edições da newsletter podem ser consultadas no site da FinCoNet e neste Portal (disponíveis apenas em inglês).

 

Sobre a FinCoNet

A FinCoNet é uma organização internacional de autoridades de supervisão responsáveis pela conduta em mercado na comercialização de produtos bancários de retalho.

O principal objetivo desta organização é melhorar a proteção dos clientes de produtos bancários, com ênfase para os produtos de crédito e os serviços de pagamento.

O Banco de Portugal, enquanto autoridade de supervisão comportamental bancária, é membro fundador da FinCoNet e integra o Conselho Diretivo da organização (Governing Council).