Numerário - O que é

O numerário corresponde às notas e às moedas metálicas.

O numerário é um meio de pagamento:

  • Universal e de aceitação generalizada, ou seja, tem de ser aceite como meio de pagamento de bens e serviços, ao contrário dos cheques e dos cartões de pagamento, que podem não ser aceites pelos comerciantes;
  • De liquidez imediata – o pagamento do bem ou do serviço é recebido de imediato.

O euro é a moeda oficial de Portugal desde 2002.

 

Notas de euro

As notas são idênticas em toda a área do euro.

Existem duas séries de notas de euro atualmente em circulação:

  • A série 1 (introduzida em 2002), com sete denominações: 5, 10, 20, 50, 100, 200 e 500 euros;
  • A série Europa (introduzida em 2013), que conta, para já, com quatro denominações em circulação: 5, 10, 20 e 50 euros.

 

Notas de euro

 

As notas de euro têm curso legal em toda a área do euro, ou seja, devem ser aceites como meio de pagamento, pelo seu valor nominal (isto é, pelo valor inscrito na nota), em todos os países que adotaram a moeda única.

Em Portugal, existem limites à quantidade de notas de euro que podem ser utilizadas para fazer um pagamento. Saiba mais no site do Banco de Portugal.

 

Moedas de euro

Existem oito denominações de moedas de euro correntes: 1, 2, 5, 10, 20 e 50 cêntimos, 1 e 2 euros.

Todas as moedas têm uma face europeia comum e uma face nacional, que identifica o país emissor.

Moedas de euro

As moedas de euro têm curso legal em toda a área do euro, ou seja, devem ser aceites como meio de pagamento, pelo seu valor nominal (isto é, pelo valor inscrito na moeda), em todos os países que adotaram a moeda única.

No entanto, ninguém é obrigado a receber mais do que 50 moedas num único pagamento (ou seja, as moedas de euro têm poder liberatório limitado), com exceção do Estado (através das Caixas do Tesouro), do Banco de Portugal e das instituições de crédito.

As moedas de coleção têm curso legal apenas no território do Estado-Membro que as emite.