Banco de Portugal publica relatório da conferência internacional “Supervisão Comportamental Bancária: novos desafios dez anos depois da crise financeira”

O Banco de Portugal publicou hoje o relatório da conferência internacional "Supervisão Comportamental Bancária: novos desafios dez anos depois da crise financeira", que, no dia 25 de setembro de 2018, assinalou o 10.º aniversário do início da crise financeira internacional e da atribuição expressa ao Banco de Portugal do mandato de supervisão comportamental bancária.

A conferência reuniu, em Lisboa, oradores nacionais e internacionais numa reflexão sobre a agenda de trabalhos da supervisão comportamental e os crescentes desafios para a proteção dos consumidores de produtos e serviços financeiros, em particular os decorrentes da inovação financeira num contexto digital. Este evento permitiu também colocar a experiência portuguesa em perspetiva face às melhores práticas internacionais.

A reflexão foi organizada em três painéis dedicados às áreas que têm estruturado a atuação da supervisão comportamental do Banco de Portugal: “Regulação bancária: evolução recente e perspetivas futuras”, “Supervisão Comportamental: fiscalização num contexto digital” e “Formação financeira: os jovens na era digital”.

 

O relatório, prefaciado pelo Vice-Governador do Banco de Portugal Luís Máximo dos Santos, reúne as intervenções dos oradores que participaram na conferência:

 

Intervenção de abertura

Carlos da Silva Costa ,Governador do Banco de Portugal

Painel I. Regulação bancária: evolução recente e perspetivas futuras

Pedro Duarte Neves, Presidente do Standing Committee on Consumer Protection and Financial Innovation da Autoridade Bancária Europeia

Fernando Faria de Oliveira, Presidente da Associação Portuguesa de Bancos

Vinay Pranjivan, Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO)

Teresa Moreira, Chefe do Serviço das Políticas de Concorrência e Proteção dos Consumidores da Conferência das Nações Unidas sobre o Comércio e o Desenvolvimento (UNCTAD)

Painel II. Supervisão comportamental: fiscalização num contexto digital

Magda Bianco, Diretora do Servizio Tutela dei clienti e antiriciclaggio da Banca d’Italia

Fernando Tejada, Diretor do Departamento de Conducta de Mercado y Reclamaciones do Banco de España

Maria Lúcia Leitão, Diretora do Departamento de Supervisão Comportamental do Banco de Portugal

Intervenção sobre a importância da formação financeira dos jovens

João Costa, Secretário de Estado da Educação

Painel III. Formação financeira: os jovens na era digital

Annamaria Lusardi, Denit Trust Endowed Chair of Economics and Accountancy na George Washington University School of Business, Diretora do Global Financial Literacy Excellence Center e Presidente do International Network on Financial Education’s Research Committee da OCDE

Manuel Pereira, Diretor do Agrupamento de Escolas General Serpa Pinto de Cinfães

Isabel Alçada, Presidente do júri do concurso Todos Contam e Consultora para a Educação do Presidente da República

Sessão de encerramento

Pedro Siza Vieira, Ministro Adjunto

Luís Máximo dos Santos, Vice-Governador do Banco de Portugal