Big data - o que é

Big data consiste na recolha e guarda de grande volume e variedade de dados, que são processados a grande velocidade com recurso a ferramentas tecnológicas e métodos analíticos avançados e cuja utilização permite prever comportamentos e padrões de consumo (Data Mining).

Com base em informação recolhida através de páginas de internet, das redes sociais, de sinais dos smartphones ou da utilização de cartões de pagamento, as instituições financeiras podem:

  • Criar perfis de consumidores e padrões de consumo;

  • Dirigir publicidade orientada sobre produtos financeiros a públicos específicos;

  • Avaliar a solvabilidade dos clientes.

 

Benefícios para os consumidores

A utilização de big data pode:

  • Permitir às instituições financeiras comercializar produtos e serviços mais adequados às necessidades dos consumidores;

  • Auxiliar as instituições financeiras na prevenção da fraude. Por exemplo, permitindo a deteção atempada de tentativas de movimentos na conta de depósito à ordem não autorizados pelo consumidor;

  • Facilitar o acesso dos consumidores a produtos e serviços financeiros. Por exemplo, permitindo a recolha de informação por vias não tradicionais sobre a capacidade do consumidor para pagar um crédito e, dessa forma, facilitando-lhe o acesso a esse crédito.

 

Riscos para os consumidores

A utilização de big data pode acarretar riscos para os consumidores:

  • Os consumidores podem ser avaliados incorretamente pelas instituições financeiras porque as ferramentas de análise que utilizam big data podem conter erros;

  • Os consumidores podem enfrentar dificuldades no acesso a determinados produtos financeiros, porque as instituições podem dispor de informação sobre os consumidores que pode alterar a avaliação do respetivo risco de solvabilidade;

  • Os consumidores podem receber propostas de produtos ou serviços específicas e personalizadas das instituições financeiras, o que pode dificultar a comparação de produtos ou serviços e de preços.

 

Precauções a tomar pelos consumidores

Para mitigar os riscos decorrentes da utilização de big data:

  • Controle a informação pessoal que partilha na internet, incluindo nas redes sociais, e com a sua instituição financeira;

  • Verifique as suas configurações de privacidade e de proteção de dados e assegure que estas configurações garantem um nível de segurança adequado às suas necessidades;

  • Autorize apenas o processamento dos seus dados se confiar na instituição financeira e na forma como esta utilizará a informação;

  • Peça esclarecimentos à instituição financeira, em caso de dúvida.